Diocese de Jales

Artigos › 14/10/2019

Tome a decisão de confiar no amor de Deus

formacao-tome-a-decisao-de-confiar-no-amor-de-deus-768x575

Você já ouviu essa resposta alguma vez enquanto buscava ajuda ou alguém para dividir sua responsabilidade? Eu já. Hoje, no entanto, falo da decisão espiritual que cada cristão “é sujeito” a fazer: confiar ou não no amor todo misericordioso de Deus. Ninguém pode fazer essa escolha no seu lugar.

A questão de escolha, opção, decisão, sempre me levam a valorizar o que tenho e o que faço. Em muitos momentos, desde minha infância, fui educada à base de escolhas. Lembro-me de que, um dia, entrei na loja para comprar uma boneca que há muito tempo sonhava e esperava por ela. Era um momento emocionante! Talvez, levada pela emoção, parei diante de um guarda-chuva colorido e lindo, e logo quis levá-lo também. A resposta que obtive me colocou diante do desafio da escolha. Eu queria os dois, mas era preciso decidir por um só. Quando pensei na espera pela boneca, os planos que tinha a seu respeito, logo optei por ela.

Precisamos tomar a decisão de confiar no amor todo misericordioso de Deus, e ninguém pode fazer isso por nós

Em nossas escolhas espirituais, também precisamos agir assim. Quando me vejo em situações em que tenho de decidir, sempre analiso as consequências da minha escolha. Em questão espiritual não é diferente. Não posso me deixar levar pelo “guarda-chuva colorido”, que o mundo me oferece a cada dia para me desviar da meta. Em outras palavras, se sua meta é fazer a vontade de Deus, não se deixe levar por seus sentimentos ou pelas circunstâncias do momento. Tenha a coragem de dar o passo e fazer a opção certa, mesmo que você não se sinta capaz de arcar com as consequências de suas escolhas.

Se, em seu coração, predomina a reta intenção de agradar a Deus e somente a Ele, acredite: do Céu virá seu socorro. Ele não o deixará na mão. Tenha a coragem de romper com as correntes que o prendem hoje. Deus quer você livre e feliz. Se não se sente assim, talvez seja porque ainda não teve a coragem de decidir. Tenho de lhe dizer o que ouvi, um dia, e que me fez reagir tomando uma correta e grande decisão na vida: “Eu não posso agir por você. A decisão é sua”.

Vale a pena escolher a vontade de Deus, e para descobri-la é preciso arriscar. Que o Senhor lhe conceda, hoje, a coragem de dar passos na conquista de sua verdadeira liberdade. Rezarei por você.

Por Dijanira Silva, via Canção Nova

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.