Liturgia Diária – 2017-12-06 07:56:17

0

1ª SEMANA DO ADVENTO

(roxo – ofício do dia)

Presente em nosso meio, o Espírito de Deus nos liberta de uma vida de aparências, promove entre nós a justiça e a harmonia e nos faz ver que o Reino é revelado aos pequeninos.

Primeira Leitura: Isaías 11,1-10

Leitura do livro do profeta Isaías – Naquele dia, 1nascerá uma haste do tronco de Jessé e, a partir da raiz, surgirá o rebento de uma flor. 2Sobre ele repousará o Espírito do Senhor: espírito de sabedoria e discernimento, espírito de conselho e fortaleza, espírito de ciência e temor de Deus; 3no temor do Senhor encontra ele seu prazer. Ele não julgará pelas aparências que vê nem decidirá somente por ouvir dizer, 4mas trará justiça para os humildes e uma ordem justa para os homens pacíficos; fustigará a terra com a força da sua palavra e destruirá o mau com o sopro dos lábios. 5Cingirá a cintura com a correia da justiça e as costas com a faixa da fidelidade. 6O lobo e o cordeiro viverão juntos e o leopardo deitar-se-á ao lado do cabrito; o bezerro e o leão comerão juntos e até mesmo uma criança poderá tangê-los. 7A vaca e o urso pastarão lado a lado, enquanto suas crias descansam juntas; o leão comerá palha como o boi; 8a criança de peito vai brincar em cima do buraco da cobra venenosa; e o menino desmamado não temerá pôr a mão na toca da serpente. 9Não haverá danos nem mortes por todo o meu santo monte: a terra estará tão repleta do saber do Senhor quanto as águas que cobrem o mar. 10Naquele dia, a raiz de Jessé se erguerá como um sinal entre os povos; hão de buscá-la as nações, e gloriosa será a sua morada. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 71(72)

Nos seus dias, a justiça florirá / e paz em abundância, para sempre.

  1. Dai ao rei vossos poderes, Senhor Deus, / vossa justiça ao descendente da realeza! / Com justiça ele governe o vosso povo, / com equidade ele julgue os vossos pobres. – R.
  2. Nos seus dias, a justiça florirá / e grande paz, até que a lua perca o brilho! / De mar a mar estenderá o seu domínio, / e desde o rio até os confins de toda a terra! – R.
  3. Libertará o indigente que suplica / e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. / Terá pena do indigente e do infeliz, / e a vida dos humildes salvará. – R.
  4. Seja bendito o seu nome para sempre! / E que dure como o sol sua memória! / Todos os povos serão nele abençoados, / todas as gentes cantarão o seu louvor! – R.

Evangelho: Lucas 10,21-24

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 21Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. 23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo e não puderam ouvir”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Ao receber de volta os setenta e dois discípulos, após uma missão fecunda e benfazeja, Jesus vibra de alegria. Uma alegria que procede do Espírito Santo. Jesus sabe que pode contar com os pequenos, isto é, os pobres, os simples, enfim, aqueles que se abrem ao projeto de Deus. Fazem parte desse grupo primeiramente os discípulos, mas também todos os que, de coração aberto, os acolheram em suas casas. Todo o evangelho de Lucas acentua a predileção de Jesus pelos pequeninos. Os “entendidos”, por sua vez, se julgam autossuficientes, acham que não precisam de Deus. E vivem frustrados. Atitude sábia é manter-se aberto para acolher a salvação que vem de Deus, e fugir da tentação da autossuficiência.

(Dia a dia com o Evangelho 2017 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.