Diocese de Jales

Liturgia Diária / Evangelho:

|

Santo do dia:

Igreja no Mundo › 02/09/2017

Francisco: paróquias devem ser casas com a porta sempre aberta

“As paróquias têm de estar em contato com os lares, com a vida das pessoas, com a vida do povo.”
É o que afirma o Papa Francisco na vídeomensagem das intenções de oração para este mês de setembro, divulgada nesta sexta-feira (1º/09).
A iniciativa foi promovida pela Rede Mundial de Oração do Papa e realizada pela agência La Machi Comunicação para Boas Causas junto com o Centro Televisivo Vaticano.
A vídeomensagem mostra imagens de jovens que, saindo de uma paróquia, se comprometem em apoiar e ajudar as pessoas carentes.
As paróquias “devem ser casas onde a porta esteja sempre aberta para ir ao encontro dos demais. É importante que a saída ofereça uma clara proposta de fé. Trata-se de abrir as portas e deixar que Jesus saia com toda a alegria de sua mensagem”, ressalta ainda Francisco.
“Peçamos por nossas paróquias, para que não sejam escritórios, mas que, animadas pelo espírito missionário, sejam lugares de transmissão da fé e testemunho da caridade”, conclui o Papa na vídeomensagem.

Pela Evangelização:
Pelas nossas paróquias, para que, animadas pelo espírito missionário, sejam lugares de comunicação da fé e testemunho de caridade.

Oração:
Senhor, nosso Pai,
tu queres que a Igreja seja a presença visível do teu amor
no meio dos homens.
Cada cristão é um discípulo enviado a anunciar,
por palavras e por obras,
a boa notícia do Evangelho.
A todas as paróquias
é dirigido o apelo a que se tornem,
cada vez mais,
lugares de comunicação da fé e testemunho de caridade.
Nós te pedimos que a nossa paróquia seja esse lugar
e que cada um de nós,
dentro das suas possibilidades e responsabilidades,
se sinta um membro ativo na missão de evangelizar.

Desafios para o mês:
Ter como intenção, na Eucaristia dominical, as necessidades da paróquia e os seus desafios.
Proporcionar espaços de reflexão sobre o testemunho eficaz dos membros da paróquia, a nível das obras de misericórdia que se podem fazer.
Refletir sobre a adequação das oportunidades de formação na fé que a paróquia proporciona, em especial na catequese de adultos, jovens e crianças.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.