Diocese de Jales

Notícias da Diocese › 18/09/2019

Formação litúrgica reúne Ministros Leigos e Leigas na Diocese de Jales

Celebração da Palavra presidida por Ministros Leigos, foi o tema do Encontro de Liturgia que se realizou no último domingo, dia 18 de setembro, no Santuário Diocesano da Santíssima Trindade – Escola Vocacional, da Diocese de Jales. Encontro que foi assessorado pelo Padre Valter Lucato Campano Júnior, Assessor Diocesano da Pastoral Litúrgica.

O encontro reuniu mais de 100 representantes das Paróquias, Quase Paróquias e Comunidades da Diocese de Jales, para refletir o ministério que é próprio dos fiéis Leigos e Leigas, Cristãos e Cristãs batizados, que exercem na igreja uma função muito importante, inclusive de presidir a palavra, na falta do ministro ordenado que é o padre.

“A formação é especificamente orientações para celebração da palavra, seguindo o documento 108 da CNBB, que fala do ‘Ministério e Celebração da Palavra’, exercido pelos leigos, com o material da irmã Penha Carpanedo, que é pioneira na produção desses materiais, que está assessorando a CNBB na região da Amazônia com rito de fácil acesso ao povo, mas também culturado para realidade deles. O livro que nós estamos trabalhando aqui além do documento 108, é o livro de celebração da palavra ‘O dia do Senhor’, que é próprio da Ir. Penha Carpanedo. ” Disse o Padre Júnior.

Não é de hoje que a Diocese de Jales investe na formação dos Leigos, afirma o Sacerdote: “Desde que eu me entendo por gente, eu escuto dizer que a Diocese sempre investiu na formação dos leigos, e aqui no nosso encontro até foi citado Padre José Jansen.  A anos atrás é ele quem formava animadores de comunidades pela rádio, preparando os leigos para presidir a palavra aos domingos na comunidade, dado que na época a diocese tinha 12 padres, então a necessidade de valorizar a celebração da palavra, como também um instrumento de oração do povo, sendo assim um caminho que a diocese vem traçando desde muito tempo, e nós queremos fortalecer, porque, não só ter leigo na ausência do ministro ordenado, mas, o leigo também ocupar o lugar dele na igreja, e que é próprio dele, inclusive o Vaticano no documento sobre liturgia vai incentivar que a igreja tenha a celebração da palavra, onde não se pode ter a Eucaristia dominical.”

No ano que vem será apresentado a toda a Diocese as “Orientações Litúrgicas”, que estão sendo organizadas pela Comissão Diocesana de Liturgia, que auxiliará a todas as equipes a preparar melhor as ações litúrgicas da vida da comunidade.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.