Diocese de Jales

Liturgia Diária / Evangelho:

|

Santo do dia:

Artigos › 05/11/2021

ESPERANÇAR…

Ouça e Compartilhe!

A esperança está sempre presente na mente e no coração humano. Vivemos na esperança de ver dias melhores, uma sociedade mais justa e fraterna, um mundo humanizado, onde o ser humano e a vida de todo o cosmo seja o centro dos parâmetros que norteiam os caminhos da nossa humanidade.

Esperançar é cultivar em nossos corações aquilo que ainda não temos posse, mas movidos pela fé almejamos um dia alcançar. É sonhar com um novo céu é uma nova terra, onde a vida possa existir e atingir a sua plena realização de forma equilibrada. E para que esse sonho se torne realidade é preciso que todo homem e toda mulher se empenhem e se comprometam na construção dessa nova sociedade.

O que se percebe, é que esse ideal está no coração de todos, é o que mais se ouve pelas praças e ruas: “queremos um mundo melhor”; “queremos um Brasil melhor”; “queremos uma sociedade mais justa e fraterna, onde todos tenham direito a uma vida digna”. Devemos nos perguntar: mas qual tem sido nossa atitude pessoal e comunitária? O que temos feito para que esse ideal se torne realidade?

É preciso romper com nossos egoísmos, ideologias individualistas, separatistas, excludentes, opressoras… É preciso romper com as barreiras do ódio, da violência, da marginalização. É preciso aprender a caminhar juntos; aprender com o outro; sonhar juntos, trabalhar juntos, construir uma nova sociedade na unidade.

A 6ª Semana Social Brasileira, uma iniciativa da CNBB, mas que envolve as pastorais sociais da Igreja, movimentos sociais e outras organizações da sociedade, é um convite para que todos abram seus corações para sonhar juntos, mas principalmente para construir juntos, em comunhão, o Brasil que queremos.

Com o tema: Mutirão pela Vida: terra, teto e trabalho, a 6ª Semana Social Brasileira quer trilhar um caminho de unidade, respeito mútuo, compromisso com a vida, tendo um olhar sobre a realidade que nos cerca, a partir de um diagnóstico participativo, que nos leve a análise dos desafios, refletir sobre os mesmos, apontar caminhos, elaborar projetos que promovam as superação das dificuldades, colaborar no protagonismo das pessoas envolvidas em determinadas situações de exclusões, e na promoção de políticas públicas que auxiliem as pessoas na construção do seu projeto de vida por terra, teto e trabalho.

Esperançar é acreditar num projeto de sociedade construído a partir das verdadeiras necessidades do ser humano. Por isso, entre na roda com a gente! Venha participar conosco da 6ª Semana Social Brasileira!

Padre Claudemir Ortunho

Administrador Paroquial da Quase Paróquia de Pontalinda

Assessor Diocesano da Animação Bíblico Catequética

Assessor Diocesano da 6ª Semana Social Brasileira

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.