Diocese de Jales

Liturgia Diária / Evangelho:

|

Santo do dia:

Notícias da Diocese › 16/09/2019

Diocese de Jales Participa do IV Congresso Vocacional do Brasil

“Mostra-me, Senhor, os teus caminhos” (Sl 25, 4) foi a Palavra de Deus que inspirou e acompanhou o IV Congresso Vocacional do Brasil, realizado entre os dias 05 e 08 de setembro de 2019 em Aparecida/SP, com o tema: “Vocação e Discernimento”. O Congresso, que reuniu aproximadamente 650 pessoas ligadas aos serviços de animação vocacional no país, foi uma realização da Coordenação da Pastoral Vocacional do Brasil.

A Diocese de Jales teve sua participação no congresso, na qual a Mônica Sartori Tavares, representante da Pastoral Vocacional Diocesana, partilha sua experiência.

“A preocupação com discernimento vocacional dos nossos jovens é visível em nossa sociedade, os perigos que os jovens encontram a sua volta, falsas buscas de uma segurança mundana. Há uma necessidade urgente de um projeto que fortaleçam os jovens, os acompanhem e os impulsionem ao encontro dos outros, ao serviço e a missão. ” Relatou Mônica.

O objetivo do Congresso era o de refletir sobre a questão das vocações na realidade eclesial nacional, considerando os novos contextos sócio eclesiais, que exigem ousadia na apresentação de propostas vocacionais, e uma aplicabilidade correspondente entre os jovens e as suas famílias, a fim de promover a cultura vocacional na Igreja do Brasil. Para isso, foram convidados os bispos, sacerdotes, consagrados e leigos, ligados aos serviços de pastoral vocacional nas dioceses, mas também nas diversas expressões eclesiais, como por exemplo congregações, movimentos, institutos religiosos e novas comunidades.

Grupo do Regional Sul1

“Durante o congresso refletimos muito sobre o pedido que Deus nos faz, através de ações ou postura, diante da animação vocacional e do discernimento vocacional. A fonte não pode secar, mas, também não podemos nos desesperar, precisamos abraçar com muita doação, amor, oração esse desafio. Temos que aprender a caminhar, estar atentos no caminho buscando as qualidades em cada um dos nossos adolescentes, jovens e leigos. Ao longo da caminhada ir vocacionando”. Afirmou a representante Diocesana.

Mônica ainda destacou: “É preciso construir uma cultura vocacional, mostrar que existe um Deus amigo, Deus irmão, as crianças, adolescentes e jovens. Criar uma Consciência Vocacional, sobre a Pedagogia do Discernimento, a sensibilidade psicológica, intelectual e espiritual. Refletir na comunidade a partir da visão: ‘A vida Cristã como Projeto de Vida’ ”.

“Precisamos dar passos, contemplar a beleza ao nosso redor, há muitos operários sem missão e sem engajamento na comunidade. Precisamos estender as mãos, acolher os jovens, os adolescentes, as famílias e mostrar que o Senhor é o Deus Clemente, Deus de amor, Deus presente, que ama e chama cada um de nós. Deus está esperando pela sua decisão”. Finalizou Mônica Sartori.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.