Liturgia Diária – 2018-02-02 07:56:06

0

4ª SEMANA COMUM

(verde – ofício do dia da 4ª semana do saltério)

Antes de partir, Davi dirige conselhos preciosos a seu filho Salomão, que o sucederá como rei de Israel. Jesus envia os discípulos em missão e lhes recomenda agir com humildade e discrição.

Primeira Leitura: 1 Reis 2,1-4.10-12

Leitura do primeiro livro dos Reis – 1Aproximando-se o fim da sua vida, Davi deu estas instruções a seu filho Salomão: 2“Vou seguir o caminho de todos os mortais. Sê corajoso e porta-te como um homem. 3Observa os preceitos do Senhor, teu Deus, andando em seus caminhos, observando seus estatutos, seus mandamentos, seus preceitos e seus ensinamentos, como estão escritos na lei de Moisés. E assim serás bem-sucedido em tudo o que fizeres e em todos os teus projetos. 4Então o Senhor cumprirá a promessa que me fez, dizendo: ‘Se teus filhos conservarem uma boa conduta, caminhando com lealdade diante de mim, com todo o seu coração e com toda a sua alma, jamais te faltará um sucessor no trono de Israel’”. 10E Davi adormeceu com seus pais e foi sepultado na cidade de Davi. 11O tempo que Davi reinou em Israel foi de quarenta anos: sete anos em Hebron e trinta e três em Jerusalém. 12Salomão sucedeu no trono a seu pai, Davi, e seu reino ficou solidamente estabelecido. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 1Cr 29

Dominais todos os povos, ó Senhor.

  1. Bendito sejais vós, ó Senhor Deus, † Senhor Deus de Israel, o nosso pai, / desde sempre e por toda a eternidade! – R.
  2. A vós pertencem a grandeza e o poder, / toda a glória, esplendor e majestade. – R.
  3. A vós, Senhor, também pertence a realeza, † pois sobre a terra, como rei, vos elevais! / Toda glória e riqueza vêm de vós! – R.
  4. Sois o Senhor e dominais o universo, † em vossa mão se encontra a força e o poder, / em vossa mão tudo se afirma e tudo cresce! – R.

Evangelho: Marcos 6,7-13

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – Naquele tempo, 7Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. 8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura. 9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas. 10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 11Se em algum lugar não vos receberem nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés como testemunho contra eles!” 12Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Jesus decide enviar em missão seus discípulos e dá-lhes poder de expulsar os espíritos impuros. Os discípulos partem, com o poder do Espírito Santo, a fim de provocar radical mudança na sociedade. A bagagem é sóbria, apenas o necessário para se vestir e proteger os pés. O alimento deve provir da hospitalidade de quem os acolhe. Nada de ficar “batendo em ferro frio”, isto é, pregando a quem se recusa a ouvir a mensagem cristã. Nesse caso, “saiam daí sacudindo o pó dos pés”. É um gesto de acusação, como a dizer: andei por aqui e anunciei o projeto de Deus revelado por Jesus; fiz a minha parte… Os discípulos cumprem as orientações de Jesus e confirmam sua pregação com ações concretas  e benfazejas (v. 13). E nós, o que fazemos concretamente em vista de transformar a sociedade em que vivemos?

(Dia a dia com o Evangelho 2018 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

 

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.