Comunicados
Você está aqui: Página Inicial / Dicas Litúrgicas / Dicas litúrgicas para o Domingo da Ascensão do Senhor

Dicas litúrgicas para o Domingo da Ascensão do Senhor

12/05/2013 – Ano C

Ouça aqui:

11maio2013

 

A liturgia de hoje nos fala da ascensão do Senhor, que dá início à missão da Igreja.

A missão dada por Jesus de anunciar o evangelho é cercada de desafios, por isso precisamos estar unidos a Cristo, e abertos ao Espírito Santo, que guia a Igreja peregrina neste mundo, rumo ao céu.

Evangelho de Lucas 24, 46-53: No evangelho de hoje, Cristo glorioso, na hora de sua despedida, confia aos apóstolos a missão e já prediz que o seu próprio Espírito os acompanhará em tal missão.

A Solenidade da Ascensão de Jesus que hoje celebramos sugere que, no final do caminho percorrido no amor e na doação, está a vida definitiva, a comunhão com Deus. Sugere também que Jesus nos deixou o testemunho e que somos nós, seus seguidores, que devemos continuar a realizar o projeto libertador de Deus para os homens e para o mundo.

Na primeira leitura, repete-se a mensagem essencial desta festa: Jesus, depois de ter apresentado ao mundo o projeto do Pai, entrou na vida definitiva da comunhão com Deus – a mesma vida que espera todos os que percorrem o mesmo “caminho” que Jesus percorreu. Quanto aos discípulos: eles não podem ficar a olhar para o céu, numa passividade alienante; mas têm de ir para o meio dos homens continuar o projeto de Jesus.

A segunda leitura convida os discípulos a terem consciência da esperança a que foram chamados, a vida plena de comunhão com Deus. Devem caminhar ao encontro dessa esperança de mãos dadas com os irmãos – membros do mesmo corpo – e em comunhão com Cristo, a cabeça desse corpo. Cristo reside no seu corpo que é a Igreja; e é nela que se torna hoje presente no meio dos homens.

No Evangelho, Jesus ressuscitado aparece aos discípulos, ajuda-os a vencer a desilusão e o comodismo e envia-os em missão, como testemunhas do projeto de salvação de Deus. De junto do Pai, Jesus continuará a acompanhar os discípulos e, através deles, a oferecer aos homens a vida nova e definitiva.

A questão central abordada no nosso texto é a do papel dos discípulos no mundo, após a partida de Jesus ao encontro do Pai. Celebrar a ascensão de Jesus significa, antes de mais nada, tomar consciência da missão que foi confiada aos discípulos, que hoje somos nós, e sentir-se responsável pela presença do Reino na vida dos homens.

O Cristo Ressuscitado continua a ensinar os apóstolos, mas não de viva voz, e sim pelo Espírito Santo, que faz na comunidade dos discípulos a memória de Jesus, atualiza e esclarece suas palavras e move ao testemunho.

Pela ação do Espírito, a presença do Senhor pode ser sentida e reconhecida em todos os âmbitos da vida. É no cotidiano da existência humana que o Senhor se deixa encontrar.

Peçamos ao Espírito que nos move a ser testemunhas de Cristo, que nos faça sempre mais ativos na missão que o Senhor nos confiou de sermos comunicadores de sua mensagem de vida e esperança a todos os povos.

Algumas dicas para nossa liturgia:

A cor litúrgica é o branco.

O espaço celebrativo deve ser composto de maneira que expresse bem a solenidade que estamos vivendo, deve ser alegre e festivo.

No comentário inicial além de conduzir a assembleia ao mistério que será celebrado neste dia da solenidade da ascensão do Senhor, lembrar a celebração deste dia dá início à Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, que neste ano tem como tema: “O que Deus exige de nós?”.

Estamos também celebrando o 47º Dia Mundial das Comunicações Sociais e na Diocese, a Novena de Pentecostes.

Na procissão de entrada algumas mães podem conduzir a imagem de Maria, já que estamos celebrando o dia das Mães, neste segundo domingo do mês de maio, mês dedicado a Nossa Senhora.

Após a saudação do presidente, várias mães com velas acesas entram junto com círio pascal e o colocam num lugar de destaque. Enquanto isso acontece pode-se cantar um canto pascal. Sugerimos o número 38.

Para este dia sugerimos que o ato penitencial seja substituído pelo rito de aspersão

A liturgia da Palavra seja bem preparada, de maneira que os fiéis entendam o que foi proclamado. O evangelho pode ser aclamado antes e depois de ser proclamado.

Sobre: Marcio Peruchi

Cúria Diocesana de Jales.

Escreva uma resposta

O seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>