Diocese de Jales recebeu encontro da Comissão da Pastoral de Terra

0

A Diocese de Jales recebeu na última quarta-feira (15), na Escola Vocacional o Encontro da Comissão da Pastoral da Terra que contou com a participação de agente locais e regionais ampliando as discussões em torno desta realidade brasileira. 

A palestra principal foi comandada pelo Padre Benedito Ferraro da Pastoral Operária de Campinas, que abordou a temática “A espiritualidade mística da terra no livro do Êxodo e suas repercussões na vida dos militantes do movimentos populares”. 

Participando ativamente das atividades do encontro o Bispo Diocesano de Jales, Dom Reginaldo Andrietta, que falou sobre a Pastoral da Terra na diocese. Também acompanhado os trabalhos o padre Geraldo José da Silva, que atua em Ilha Solteira, cidade que conta hoje com cinco assentamentos

 CPT

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) nasceu em junho de 1975, durante o Encontro de Bispos e Prelados da Amazônia, convocado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizado em Goiânia (GO). Foi fundada em plena ditadura militar, como resposta à grave situação vivida pelos trabalhadores rurais, posseiros e peões, sobretudo na Amazônia, explorados em seu trabalho, submetidos a condições análogas ao trabalho escravo e expulsos das terras que ocupavam.

A CPT foi criada para ser um serviço à causa dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e de ser um suporte para a sua organização. O homem e a mulher do campo são os que definem os rumos a seguir, seus objetivos e metas. Eles e elas são os protagonistas de sua própria história. A CPT os acompanha, não cegamente, mas com espírito crítico.

Nasceu ligada à Igreja Católica. O vínculo com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ajudou a CPT a realizar o seu trabalho e a se manter no período em que a repressão atingia agentes de pastoral e lideranças populares.

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.