Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios publica mapeamento internacional de entidades que lidam com migrantes - Diocese de Jales

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios publica mapeamento internacional de entidades que lidam com migrantes

0

O Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios (CSEM) publicou um mapeamento das instituições nacionais e internacionais envolvidas direta ou indiretamente na temática das migrações.

O documento, denominado Mapeamento Nacional e Internacional: Instituições, grupos de pesquisa, ONG’s, órgãos governamentais e entidades que trabalham, pesquisam e estudam as migrações e os temas afins, é de grande importância e utilidade para ajudar a subsidiar a atuação e trabalho das instituições e pesquisadores que atuam e/ou se dedicam ao tema das migrações e suas vertentes. O material pode ser baixado neste link.

Logo do CSEM, autor do mapeamento das entidades envolvidas com a temática migratória. Crédito: Reprodução/CSEM

O estudo, elaborado ao longo do ano de 2013, ainda é uma bela fonte de consulta sobre entidades que lidam com migrações em todo o mundo, cada qual inserida em realidades distintas – e ao mesmo tempo conectadas com o que acontece em outras regiões do planeta.

O CSEM disponibiliza o endereço bibioteca@csem.org.br para receber colaborações adicionais para o mapeamento, entendendo que o material está em constante construção e expansão.

No portal do CSEM é possível ainda acessar e baixar outras publicações importantes para o estudo e debate da temática migratória – entre elas a Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana (REMHU).

Guia das Migrações no Brasil

Outra importante publicação que serve como fonte de consulta sobre migrações e entidades envolvidas é o Guia das Migrações Transnacionais e Diversidade Cultural para Comunicadores – Migrantes no Brasil, organizado pelas professoras Denise Cogo e Maria Badet. Ele está disponível na íntegra na internet e pode ser baixado aqui.

Além das indicações de fontes e de especialistas, o guia também traz dados, conceitos e recomendações na abordagem da temática migratória nos meios de comunicação, visando assim evitar equívocos e quebrar estereótipos que em geral recaem sobre as migrações e os migrantes.

Fonte: http://migramundo.com/

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.