Diocese de Jales

Artigos › 03/01/2019

A Mensagem Cristã para o Ano Novo

Neste primeiro domingo do ano, a Igreja Católica celebra a Solenidade da Epifania do Senhor. Em nossa região, como em muitas outras, se mantém a bonita tradição das “Folias de Reis”, que dentre seus objetivos deseja homenagear e celebrar o Deus-menino nascido em Belém. Com danças, músicas e alegria se sente e se contempla o Mistério profundo da Encarnação: “Deus veio morar entre os homens”.

A Epifania do Senhor significa a Manifestação de Deus no Mundo. O tema que nos interpela é a viagem dos “Magos do Oriente”, que conduzidos por uma estrela vão à Belém à procura do Messias. O Salvador é encontrado em uma manjedoura, enrolado em panos simples, um Deus nascido na pobreza. É cumprida a profecia segundo a qual o Messias viria para salvar o mundo. Tal mensagem deve ser anunciada com entusiasmo, decisão e coragem. Sabemos que, em verdade, o anúncio cristão será iniciado com a Páscoa de Cristo. Com a luz do Ressuscitado o Natal tem também sua iluminação.

Anunciar ao mundo Jesus Cristo é proclamar o rosto misericordioso de um Deus revelado em Cristo. É o anúncio de um encontro com uma pessoa, como bem afirmou a Conferência de Aparecida. Por meio do Encontro com Cristo vivo e ressuscitado, a verdadeira Luz, se descobre o mais profundo sentido da vida. Assim, nossas relações humanas não se limitam à expressão de um sentimentalismo, mas são relações que indicam um amor real e sincero, um compromisso. Do mesmo modo, a partir do Encontro com Cristo a nossa caridade não é apenas um fazer algo bom para aliviar a consciência, mas uma atitude concreta de respeito e de solidariedade, de cuidado pelo outro que é meu irmão/seu irmão.

Segundo a Lumen gentium, a Luz dos Povos é Cristo e o desejo da Igreja é levar essa Luz a todos os homens e mulheres da terra. A Igreja é como sacramento, sinal, instrumento da ação de Deus no mundo e tem como natureza e missão ser portadora dessa Mensagem de Salvação e de Paz. O Papa Francisco disse que a Igreja não leva a si mesma, mas leva Cristo. Neste ano a Igreja convida os jovens para a Jornada Mundial no Panamá. Além de uma viagem para se encontrar com os jovens, o Papa tem importantes viagens internacionais como à Bulgária, aos Emirados Árabes, ao Marrocos. Estas viagens consistem em uma forma do anúncio de Cristo. Levar uma Mensagem de Paz não é apenas tarefa do Papa, mas de todos nós, para além de nossos ambientes de convívio e dentro deles também.

Após refletirmos sobre a Missão da Igreja Universal, pensemos na missão da Igreja Diocesana. Com toda sua dinâmica pastoral, a Diocese tem como missão primeira congregar os fiéis, reunir e guardar a fé, anunciar Jesus Cristo e denunciar as injustiças sendo voz sobretudo para os indefesos. Sendo assim, somos chamados a viver constantemente a fraternidade. Um grande perigo é darmos por descontada a nossa missão, como se já soubéssemos tudo ou como se tivéssemos feito tudo. No mais, a missão é urgente e a mensagem é sempre nova, Cristo.

Pe. Edvagner Tomaz da Cruz
Doutorando em Teologia Dogmática – Universidade Gregoriana em Roma

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.