Diocese de Jales

Notícias da Diocese › 17/07/2019

35ª Romaria Diocesana de Jales terá abertura do Jubileu de 60 anos da Diocese

A Romaria Diocesana de Jales chega em sua 35ª edição, celebrando a Solenidade de Nossa Senhora da Assunção e o aniversário de instalação da Diocese de Jales. No próximo dia 18 de agosto, em Jales, milhares de fiéis de toda região se unem em uma manifestação de fé e devoção, para celebrar a caminhada da Igreja, com a abertura do Jubileu Diocesano de 60 anos. Neste ano, a Romaria tem como lema: “ Com Maria oramos e praticamos a Palavra de Deus”.

O lema da 35ª Romaria Diocesana corresponde ao importante desafio contido no Plano Diocesano de Pastoral, de fomentar a formação bíblico-teológica e orientar a Leitura Orante da Bíblia nas comunidades.

“Conforme as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023, a Igreja funda-se na Palavra de Deus e vive dela. O Povo de Deus sempre encontrou luzes e forças nela. Hoje, também, nossas comunidades se iluminam e se fortalecem pela leitura, meditação, oração, contemplação e vivência da Palavra de Deus, ” afirma o Bispo Diocesano, Dom José Reginaldo Andrietta.

Os encontros de preparação para a Romaria Diocesana já estão sendo realizados por diversos grupos de quarteirões, grupos de famílias, pastorais e movimentos da Diocese. Foram distribuídos mais de oito mil e quinhentos livretos neste ano, com quatro encontros e uma celebração, para refletir sobre o lema da romaria, destacando a Leitura Orante da Bíblia.

“Evangelizar é, de fato, a missão mais profunda da Igreja. Levamos adiante essa missão pelo anúncio da Palavra de Deus, formando discípulos e discípulas de Jesus Cristo, em Comunidades Eclesiais Missionárias, à luz da evangélica opção pelos pobres, cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus, rumo à plenitude ” destaca Dom Reginaldo.

Como no ano passado, a Romaria terá a concentração inicial na Igreja Santo Expedito, localizada na Avenida Nações Unidas, no Jardim Santo Expedito, em Jales.

Para a Diocese, a Romaria representa um precioso instrumento de trabalho pastoral. Por ela se cultivam os valores da religiosidade popular e, ao mesmo tempo, se fortalece a conscientização do povo e sua organização, através dos grupos que se reúnem para refletir e preparar com antecedência o tema que a Romaria celebra. Pela Romaria, a Diocese se une também aos grandes assuntos que em cada ano vão preocupando a vida da Igreja e da sociedade.

Como surgiu a Romaria?

A Romaria Diocesana, dedicada à Nossa Senhora da Assunção, teve início no ano de 1985, no dia 18 de agosto, quando nossa Diocese celebrou seu Jubileu de Prata. Naquele dia, milhares de romeiros de toda a Diocese conduziram em uma grande caminhada, o Cruzeiro da Fundação do Município de Jales, abandonado, até então, em um terreno de um bairro da cidade. Esse Cruzeiro foi reimplantado ao lado da Catedral, hoje, dentro da Catedral para ser preservado, sinalizando a centralidade de Cristo na Igreja. No final da celebração eucarística daquela Romaria, Dom Luiz Demétrio Valentini, hoje, Bispo emérito, perguntou aos romeiros se queriam voltar no ano seguinte para uma segunda Romaria. A adesão foi unânime e entusiasta.

Jubileu Diocesano, 60 anos

A Diocese de Jales foi criada pelo Papa João XXIII, no dia 12 de dezembro de 1959, e instalada no dia 15 de agosto de 1960. A Diocese celebra seu Jubileu de 60 anos de história. Comemorá-lo significa unirmos a porção do povo de Deus desse território para intensificar o sentimento de pertença e fortalecer a unidade diocesana, concentrando esforços e recursos para as boas obras que Cristo nos chamou a realizar.

O lema do Jubileu, “Crescendo em direção a Cristo” (Efésios 4,1-16), projeta a ação de Deus em nossa história diocesana à luz da Sagrada Escritura, visando crescer na alegria da verdadeira fé, sabendo valorizar os dons de Deus, e no amor de uns para com os outros.

São 60 anos de caminhada, de Dom Artur a Dom Reginaldo. Muitas alegrias e tristezas foram e continuam sendo partilhadas por um povo que, com fé e esperança busca crescer em direção a Cristo. Muitas histórias serão recordadas, fortalecendo assim a caminhada e a missão da Igreja diocesana.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.